Aprender a soldar I

Soldar cria novas e divertidas possibilidades de interagir com a eletrónica e os seus componentes. Oferece a liberdade para criar projetos próprios tornando os circuitos elétricos mais robustos e definitivos, afastando o risco dos componentes se soltarem ou criarem maus contactos entre si.

 

Soldar é uma competência essencial e simples de dominar que permite fazer quase tudo com eletrónica!


“A chave para uma boa soldadura é uma boa distribuição de calor, a limpeza do componente e do ferro de soldar.”

“A experiência torna o método mais confortável”


Ferramentas & Material

soldar 1

1. Placas de circuito Impresso

Printed circuito board (PCB) ou placas CI (preparadas ou pré-furadas) permitem ligar componentes elétricos de forma simples e prática.

Possuem pads onde os componentes podem encaixar e permite a ligação entre eles através de linhas chamadas traces ou trilhas. Algumas placas já vêm com estas trilhas, noutras é necessário cria-las.

Todos os componentes elétricos possuem pernas ou leads que entram nos buracos dos pads onde são soldados

soldar 2

 

 

  • Para o circuito funcionar deve-se ligar todos os componentes e dispositivos corretamente de acordo com um esquema elétrico.
  • Um bom princípio é partir do circuito elétrico e desenhar as ligações que teremos de soldar na placa de PCB com ajuda de um marcador

 

 

soldar 3

 

 

2. Solda

Enrolamento flexível, metálico e condutor com uma resina/fluxo no seu interior (mais indicadas) e serve para unir pistas e componentes elétricos. Quando aquecido torna-se líquido, e é aplicado na área a soldar. Existem diversos tipos de solda, para espessuras diferentes e aplicações específicas.

Deve-se evitar respirar os fumos resultantes da solda derretida.

 

soldar 4

 

 

3. Ferro de soldar

Aquece a temperaturas elevadas (>200ºC) e é utilizado para derreter a Solda que também é um metal.

Os ferros de 25w-60w do tipo caneta são mais usais e mais baratos. Outros permitem o controlo de temperatura para uma soldadura mais fina.

Precauções

 

  • Um ferro quente é muito perigoso, deve-se estar consciente deste perigo e utiliza-lo com cuidado e responsabilidade para prevenir acidentes pessoais e materiais.
  • O suporte para o ferro deve sempre estar presente.

 

 

 

 

 

4. Material Diverso

 

Malha de dessoldar

Limpa pontas de ferros de soldar

Bomba dessoldadora

Kit de soldar

Fluxo ou resina

Multímetro

Mão de apoio

Lixa de Areia

 

 

5. Técnicas para soldar

 

Boa junção - Aquecer a perna do componente e o pad. Com uma ponta de fio de solda tocar no componente e no pad. Se a temperatura for suficiente a solda deverá escorrer em volta do pad e da perna do componente. Quando a junção estiver preenchida parar de adicionar solda, remover o ferro e esperar uns segundos até a solda arrefecer.

 

Junção Fria - Resulta quando uma perna de um componente ou um pad do PCB se move antes de arrefecer e solidificar.

Provoca más ligações elétricas e torna-se suscetível de corrosão. Aspeto granulado, cinzento e fosco.

Solução: remover a solda com um dessoldador, ou reaquecer a junção e aproximar as partes a unir.

 

 

Exemplos

1.Junção bem soldada com aspeto suave e brilhante (cor prata)

2.Junção com pouca solda

3. Junção fria, granulada e fosca

4.Junção seca onde a solda não escorreu para o pad do PCB

5. Junção que se aproxima e se sobrepõe sobre outras pistas do PCB

 

 

6. Metodologia

 

1. Com a ponta do ferro aquecer a perna do componente e o pad do PCB durante cerca de 3seg antes de soldar a junção. Facilita e garante uma soldadura eficiente.

2. Aplicar o calor e solda na ligação

 

  • Durante o processo de soldadura deve-se usar a esponja húmida para remover o excesso de solda e o fluxo queimado do ferro de soldar. Isto permite que a ponta do ferro se mantenha limpa e aqueça adequadamente. Aumenta  a longevidade do ferro.

 

3. Aplicar solda parcialmente e segurar o ferro até a solda cobrir a superfície. Certificar que a mesma cobre a perna do componente e o pad do PCB. Não colocar solda diretamente no ferro antes de faze-la tocar na perna ou no pad, isto provoca junções frias. A soldadura é realizada pelo calor, se as partes não estiverem quentes o processo não será eficiente.

 

4. Remover o ferro da área soldada e esperar uns segundos até a solda solidificar. Não mover o PCB ou o componente durante este período. A junção deverá ter um aspeto brilhante, suave e prateado. Caso contrário, remover a solda e repetir o processo.

 

 

5. Cortar a porção restante das pernas que já faz parte da junção. Previne o risco de curto-circuitos entre pernas de componentes por de baixo do PCB

 

6. O resultado final é uma soldadura bem conseguida