Bring me the sunset in a cup

“Bring me the sunset in a cup”—Dickinson after Twitter é uma instalação baseada na poesia de Emily Dickinson (1830–1886). Dickinson foi uma poetisa de Massachusetts e “Bring me the sunset in a cup” é também o título de um dos seus poemas.

Quando alguém escreve uma mensagem na rede social Twitter pode estar inadvertidamente a participar na elaboração da poesia de Dickinson.

Continuar...
 
Tripit

“Tripit” é um projeto de instalação interativa que, através da deslocação de esferas luminosas em colunas assentes numa grelha triangular, nos convoca para uma exploração do ambiente audiovisual. De forma lúdica, recriar-se-á o espaço virtual, relacionando-o com a geometria escultórica do espaço físico: o utilizador é convidado a fruir dos sons e imagens que se recriam, no espaço da instalação, pelas suas escolhas.

 

A deslocação das esferas é interpretada em tempo real por um sistema descodificador dos padrões de luz criados, produzindo sons e imagens que se colocam de acordo com as regras de um mundo virtual. Ao perceber a conexão das formas e seus sons, o utilizador descobrirá o sistema da obra em si, ao mesmo tempo que estará a criar a sua própria composição artística.

Continuar...
 
The solitude is sore

“The solitude is sore” é uma instalação de luz baseada na poesia de Elizabeth Siddal (1829–1862) e Dante Rossetti (1828–1882).

Rossetti e Siddal foram um casal de poetas e pintores do grupo pré-Rafaelita. Este grupo, nascido na Inglaterra, em 1848, exaltava a pintura dos predecessores de Rafael Sanzio (1483–1520) da Renascença italiana.

A relação conturbada entre ambos culminou na morte prematura de Siddal, provocada por uma overdose de láudano aos 33 anos.

Da leitura comparada dos poemas de Siddal e Rossetti procurou-se encontrar 2 versos que funcionassem em paradoxo.

“The solitude is sore” é um diálogo em contra-senso entre Rossetti e Siddal, concebido com o 7º verso do poema “Adieu” e o 8º verso do poema “A Prayer” de Rossetti, e os 12º e 16º versos do poema “The Passing of Love” de Siddal.

Na instalação de luz a cores contrastantes, um verso ilumina-se, enquanto o outro se apaga em sucessivo confronto. O diálogo inicia-se quando alguém passa, caso contrário permanece silenciosamente, sem luz.

 
Electronic Paper Toys

Electronic Paper Toys é um projecto open source dos laboratórios Audiência Zero dedicado à exploração da fusão do papel com electrónica para fins educativos.

Electronic Paper Toys

Foto Mariana Bonaparte

Este projecto tem uma componente de design no que diz respeito ao desenvolvimento de modelos em papel e uma componente de electrónica e programação no desenvolvimento dos circuitos electrónicos.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 Seguinte > Final >>